15AH, San Francisco

California, United States.

Send Your Mail At:

info@elitesupport.com

Working Hours

Mon-Sat: 9.30am To 7.00pm

É preciso ter cuidado! Parte X

No dia de ontem 4 jovens conseguiram se perder no estradão que nos leva às Minas dos Carris

O nosso artigo O Estradão  começa desta forma:

“Quem visita as Minas Dos Carris pelo antigo estradão, sabe perfeitamente que o caminho não tem nada que saber, uma vez que é sempre em frente!”

Afinal não se confirma e é sempre possível que alguém se perca por lá

Aqui fica a notícia dada pelo JN

Quatro jovens, três neozelandeses e um cabo-verdiano, foram resgatados pela GNR, a meio da madrugada deste domingo, depois de cerca de seis horas perdidos no Gerês.

Os jovens, três homens e uma mulher, perderam-se numa zona de acesso sujeito a autorização, quando iam a caminho das antigas Minas dos Carris. Afastaram-se da trajetória do velho trilho, perto da zona de proteção total, depois de se terem desviado do estradão rumo aos Carris.

Desorientaram-se já ao início da noite de sábado. Perceberam que não conseguiriam voltar sozinhos ao trilho e quando conseguiram rede de telemóvel pediram ajuda ao 112, que acionou os meios necessários.

Foram resgatados pelo Grupo de Intervenção de Proteção e Socorro (GIPS) da GNR, a cerca de cinco quilómetros acima da estrada florestal, cerca das quatro horas da madrugada deste domingo.

Saíram pelo acesso da Cascata da Portela do Homem, na Serra do Gerês, e foram levados pela patrulha do GIPS até ao seu veículo, estacionado entre a Mata de Albergaria e a Bouça da Mó.”

Não sabemos se os jovens tinham ou não autorização, se foram ou não multados, mas para que isso não aconteça com um de vocês no futuro deixamos abaixo informações de como proceder

Desde o início que o nosso site tem a informação de como proceder para visitar as Minas Dos Carris como podem ver no print abaixo

PNP Gerês

Tome precauções especiais quando caminha em zonas húmidas e rochosas, para evitar quedas, e não pratique atos que possam colocar em risco a sua segurança e a dos outros. Não saia dos percursos/trilhos e caminhos existentes

1 comentário

Francisco LopesPublicado a 12:25 pm - Set 16, 2019

Primeiro que tudo felizmente que houve um final feliz! Segundo não há sinalização nenhuma que diga que é obrigatório um pedido de autorização, acrescentando que se entrar pelo lado de Espanha tem acesso aos Carris onde não existe qualquer indicação para um pedido de autorização. Terceiro não vejo no que um pedido de autorização pode evitar estes incidentes basta as condicionantes meteorológicas pois até um conhecedor do percurso está sujeito! Quarto se realmente o P.N.P.G estivesse preocupado com as zonas de proteção total teria guias de acompanhamento e ai sim fazia sentido a autorização mas acompanhada, criaria postos de trabalho e receita porque tenho a certeza que as pessoas queiram visitar estas áreas disponibilizariam de alguns euros para ter a certeza que estariam em segurança. Quinto em vez de vermos vigilantes do P.N.P.G nos tascos pelas aldeias era colocá-los nestas áreas por todos os motivos que já referi. Reabilitar as casas dos guardas florestais e criar um posto de guia seria bom para o plano Nacional das Florestas por causa dos incêndios, seria bom para o Turismo seria bom para o Patrimônio seria bom P.N.P.G pois teria mais proximidade com quem frequenta estas áreas. Mas tudo isso é uma ilusão quando recebemos uma distinção como a de Patrimônio Mundial da Biosfera e a única coisa que interessa e fazer uma publicidade de lugares de encanto e introduzir la diariamente milhares de carros sem menor preocupação do que isso acresce em termos ambientais, desde a emissões de CO2 a toneladas de lixo que os consciênciosos é que vão limpando. Culpo P.N.P.G e os 5 Municípios pela falta de coragem e por não zelar por tudo aquilo que herdamos de quem não tinha meios a data mas eram mais severos nas atitudes.

NomeEmail

Deixe uma resposta