Afinal…Sinistralidade baixou no Parque Nacional!

Afinal…Sinistralidade baixou no Parque Nacional!

Afinal…Sinistralidade baixou no Parque Nacional!

Mapa do Parque Nacional

Ontem partilhamos uma boa notícia dada pelo Terras Do Homem sobre a reabilitação das Casas Florestais que vai avançar no Parque Nacional da Peneda-Gerês

Na sequência dessa mesma notícia aqui fica mais uma agradável novidade, embora para muitos não deve ser assim tanto

Parabéns a todos os responsáveis e este é o caminho

Fonte da notícia: Terras Do Homem Fotografias: PNPGerês

“A sinistralidade reduziu no parque nacional, durante o corrente ano, não só em relação a 2020, como aos anos anteriores, segundo números e comparações do Comando-Geral da GNR, enviados ao ‘Terras do Homem’.

“Para a redução da sinistralidade, contribuiu muito o trabalho que está ser feito no terreno, com mais vigilantes da natureza no território e 50 novos agentes florestais exclusivamente no Parque Nacional da Peneda-Gerês”, segundo a mesma dirigente, destacando “a sensibilização que tem sido feita, também pela nova unidade especializada da GNR, sediada na Vila do Gerês, referindo-se ao seu Posto de Busca e Resgate em Montanha do Gerês (PBRM), da Unidade de Emergência de Proteção e Socorro (UEPS), da Guarda Nacional Republicana”.

Sandra Sarmento destacou igualmente “o reposicionamento de meios, mais avançados no terreno”, por parte dos Bombeiros Voluntários de Terras de Bouro e da Delegação de Rio Caldo da Cruz Vermelha Portuguesa, mas também às Corporações de Bombeiros, de Salto e Montalegre, Vieira do Minho, Ponte da Barca, Arcos de Valdevez e Melgaço, além do INEM e da Força Aérea Portuguesa, entre outros agentes de proteção civil a atuar, prioritariamente, no Parque Nacional da Peneda-Gerês.

Entretanto, durante o presente ano de 2021 foram levantados 187 Autos de Notícia relativos a atividades diretamente relacionadas com a visitação do PNPG, dos quais 131 foram devidos ao estacionamento de viaturas na Mata de Albergaria, em Campo do Gerês.

“Os processos encontram-se em fase de instrução, pelo que não podemos dar qualquer indicação relativamente às coimas que venham a ser aplicadas”, refere o ICNF, dizendo que “temos vindo a assistir, felizmente por parte de uma minoria dos nossos visitantes, a atividades e comportamentos desadequados a quem visita e pretende usufruir de um parque nacional”.

“Temos clara consciência que a ocorrência de comportamentos menos adequados se evita através de campanhas de sensibilização, de informação e só em último caso, pela ação dos nossos Vigilantes da Natureza ou de outras autoridades como a GNR, além de que temos investido na melhoria da sinalização do parque deixando claras as regras de comportamento adequadas, no desenvolvimento de campanhas de sensibilização em parceria com as Câmaras Municipais e com a ADERE-PG e num aumento da fiscalização.

“Desejamos que o nosso único Parque Nacional seja fruído por todos os cidadãos, sendo que todos temos que cumprir as regras e normas de conduta apropriadas a um espaço de elevados valores naturais como os que encerra o Parque Nacional da Peneda-Gerês”, diz.”

Para consultar o Código de Conduta basta clicar na fotografia abaixo

Tome precauções especiais quando caminha em zonas húmidas e rochosas, para evitar quedas, e não pratique atos que possam colocar em risco a sua segurança e a dos outros. Não saia dos percursos/trilhos e caminhos existentes

Grupo PNPGerês – Acompanhe o PNPGerês no Facebook, no Instagram e no Twitter!

Fotografias de PNPGerês

PNP Gerês

Tome precauções especiais quando caminha em zonas húmidas e rochosas, para evitar quedas, e não pratique atos que possam colocar em risco a sua segurança e a dos outros. Não saia dos percursos/trilhos e caminhos existentes