Garranos no Parque Nacional

Mantenha-se a distância dos animais, não os alimente, observe-os com binóculos

Garranos no Parque Nacional

Garranos no Parque Nacional

O Garrano é considerado um cavalo rústico, de montanha, sendo o seu passo muito firme e os seus cascos muito fortes.

É um animal muito resistente às intempéries e à falta de alimento.

Nos dias de hoje habita em estado semi-selvagem em todas as serras do Parque Nacional e é muito comum serem avistados em maior parte das caminhadas.

O de hoje chega das terras de Castro Laboreiro

Fique atento(a) a sinais como penas, fezes, pegadas, pinhas roídas (pelos esquilos, p. ex.), marcas de pernoita ou solo revirado pelos javalis. Se vir uma ave a olhar para cima, isso poderá indicar a presença de uma ave de rapina em voo. Observe o céu, mas sem deixar de ver onde põe os pés.

Pode ainda espreitar alguns artigos já partilhados

Abrigos Pastoris Destaque Fechas e Poços Flores Mariolas Montanhas Mundo Animal Notícias O Estradão Os Momentos Da Semana Poços Parque Nacional Poços Verdes Do Sobroso Socorro SóPodiaSerSoajo Trilhos

Código de Conduta – Parque Nacional – Cada visitante é responsável pelo lixo e detritos produzidos, deposite-os nos locais apropriados

Acompanhe o PNPGerês no Facebook, no Instagram e no Twitter

PNP Gerês

Tome precauções especiais quando caminha em zonas húmidas e rochosas, para evitar quedas, e não pratique atos que possam colocar em risco a sua segurança e a dos outros. Não saia dos percursos/trilhos e caminhos existentes